Existe uma forte associação entre a concentração do nosso “combustível” muscular (glicogênio muscular) e o tempo de realização do exercício, sendo este “combustível” altamente dependente do tipo de dieta consumida anteriormente às sessões de treinos.

O que você consome antes do exercício pode melhorar ou acabar com o seu treinamento.

Portanto, é fundamental saber o que é mais adequado comer antes de se exercitar!

Antes dos treinos, a alimentação deve ser rica em carboidratos que proporcionam lenta liberação de glicose (alimentos com carboidratos de moderado a baixo índice glicêmico), o que evita uma grande liberação de insulina e uma queda brusca da glicemia sanguínea. Desta forma, o fornecimento de energia ocorre gradualmente o que evita hipoglicemia e fraqueza ao longo do treino.

Alimentos que podem e deverm ser consumidos:
- Maçã
- Pêra
- Iogurte de frutas 0% de gordura
- Batata doce
- Macarrão
- Leite desnatado
- Pão integral
- Biscoito de aveia
- Uva
- Laranja

Seguem alguns exemplos de refeições para serem consumidas pré-treino:

Se você treina pela manhã: – café da manha:

- Mingau de aveia (preparado com leite desnatado) ou iogurte de frutas 0% de gordura com barra de cereais ou banana com aveia ou torrada de pão de aveia com queijo magro e suco de uva ou shake de proteína concentrada com fruta e aveia.

Se você treina no final do dia – lanche da tarde:

- Sanduíche de pão de forma multicereais com queijo cottage e peito de peru (proteína magra) e suco de maçã ou shake de proteína concentrada com fruta e aveia.

Alimentos que não devem ser consumidos:

- Alimentos com alto teor de fibras e causadores de gases (cereais fibrosos, feijão, hortaliças e vegetais crús, brócolis, couve-flor)
- Alimentos doces (balas, açúcar refinado, refrigerantes, mel)
- Excesso de proteínas (carnes em geral)
- Grandes volumes (em intervalos menores que 4 horas antes da realização dos treinos)
- Alimentos com alto teor de gorduras (manteiga, queijos, frituras, hambúrguer)

Além disso, a dieta pré-exercício sempre deve garantir que o atleta ou o praticante de atividade física esteja bem hidratado!

Certamente, a manipulação da dieta e o suprimento de alimentos adequados antes dos treinos são recursos nutricionais eficientes para manutenção ou melhoria do desempenho em atletas e praticantes de atividades de longa duração.

Referencias:
Guia de Nutrição Esportiva, 1998.
Estratégias de Nutrição e Suplementação no Esporte, 2005.